Comportamento

Viver oportunidades e não se render às pantufas

De jornalista à modelo de comerciais de TV e avó, confira uma trajetória cheia de novidades

Mudar de rumo após 60 anos é uma opção de vida que requer coragem e oportunidade. E foi isso que levou Denize Moreno a trocar a profissão de jornalista pela de atriz. Sua história começou em Porto Alegre. Ainda jovem, depois de ser secretária, decidiu fazer cursos de fotografia. “O professor desconfiou das minhas intenções e nos casamos”. Durante muitos anos, atuou como fotógrafa profissional, especializada em modelos e atores.

O casamento chegou ao fim e, um dia, já residindo em São Paulo, ao vender umas fotos para uma editora religiosa, foi contratada como repórter e redatora. 
“Me empolguei tanto que prestei vestibular, entrei para a faculdade de Jornalismo e fui promovida: virei redatora chefe”.

Anos depois, como jornalista de turismo, fez diversas viagens. “Algumas sem muita graça e outras muito boas. A que me fez profundamente feliz foi a do Chile. Até namorei por lá”.

Às vésperas de concluir o processo de aposentadoria, por convite de dois vizinhos jovens, atores profissionais, Denize resolveu fazer um book e enviar para as agências deles. Em pouco tempo recebeu um telefonema da Armando Casting, interessada em contratá-la como “senhorinha”. Passou no teste.

Denize no Youtube

“A sensação de nos vermos na TV atuando é inenarrável. Quase surtei de felicidade. E até hoje a emoção se repete.  Não curto atuar em filmes ou novelas, porque o elenco fica preso a horários muito difíceis para eu
acompanhar. E ainda ficam por longos períodos em locações”. 

Ela diz preferir ir para o set (mesmo que o horário seja 6 da manhã) porque sabe que às 19 horas já estará livre, voltando pra casa.

Segundo a agora atriz Denize Moreno, existem trabalhos que nunca são esquecidos. “Pra mim foi ter sido a avó da Friboi, a Galinha Pintadinha no comercial da Spotify e ainda ter dito “Ah danado” pra um hambúrguer, no job do McDonald’s. Essas experiências me fizeram ser a pessoa mais feliz do
planeta”. 

Corram atrás de uma atividade ou profissão que lhes traga a tão perseguida e merecida felicidade”, 

Denize Moreno

Fabrício, seu único filho, é advogado e professor universitário . “Tornou-se um pai de família como poucos e me presenteou com três netos: Enzo, Valentina e João, meus amores”.

Do alto dos seus 77 anos, ela anima pessoas que estão cansadas da profissão ou já próximas de se aposentar, para que não aceitem o aguardado descanso de pijamas e pantufas diante da TV.

Denize com os netos
Denize Moreno na sua melhor atuação: no papel de avó

@denizesilveiramoreno

Você também pode gostar...

3 comentários

  1. Sonia Fabris diz:

    Denize é inspiração pura. Fozemos jornalismo juntas e a acompanho com muita alegria e orgulgo da grande mulher e.amiga que tenho para me inspirar.

    Que esta matéria possa inspirar também outras pessoas

    1. Sonia, agradecemos seu comentário e também desejamos que a matéria inspire outras pessoas, assim como a Denize nos inspirou.

  2. Anônimo diz:

    Maravilhosa Denize, colega de muitos anos atrás e agora numa nova é bem
    Sucedida experiência. Uma amiga disse outro dia: por que não mudar, estudar com 60 e mais anos? E se vc morrer com 98 anos? Um curso, mesmo universitário, você faz em 04 anos. Vai ter muito tempo ainda para aproveitar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *